Exemplo: CSS Dropdown menu sem JavaScript ou hacks
Visualizar Noticia

Gates cheios e grandes disputas marcaram Catarinense e Brasileiro de MX

11/04/2018

Gates cheios e grandes disputas marcaram
Catarinense e Brasileiro de Motocross
Texto e fotos: Divulgação

 

 Em um final de semana de tempo ensolarado em Rancho Queimado, pilotos de todo o Brasil competiram nas segundas etapas do Brasileiro e Catarinense de Motocross. Com provas marcadas por muitas disputas, a pista considerada a melhor do país desafiou os participantes, neste final de semana (07 e 08).

Na prova da MX2, Fábio Santos começou assumindo a liderança da prova, mas se complicou com uma queda na pista. Na oportunidade, Gustavo Pessoa abriu vantagem e conquistou o topo do pódio com facilidade. A briga pela terceira posição foi acirrada entre Pedro Bueno e Lucas Dunka, mas Dunka finalizou na terceira posição. Santos agora é primeiro colocado geral no Catarinense com 44 pontos, dez a mais que Vanderlei Junior.


Fábio Santos

 

Já na MX1, o campeão foi Paulo Alberto, seguido dos catarinenses Carlos Campano, Jetro Salazar e Jean Ramos. Ramos é o primeiro colocado na classificação do Catarinense, com 45 pontos, muito a frente de Maicon Frena, que soma 36.

Pela Elite MX o equatoriano Jetro Salazar largou bem e garantiu a primeira vitória da temporada no Catarinense, seguido por Assunção e Campano.


Jetro Salazar

 

Pela MX3, Leandro Lemos foi o campeão pelo Catarinense, seguido de Jhonatan Batista e Richard Berois. Lemos foi o melhor colocado no Brasileiro, conquistando a quinta posição. Batista por enquanto é campeão geral, com 47 pontos, apenas dois de diferença para Lemos que é o segundo.


Jhonatan Batista

 

 Na MX4, Milton Becker se consagrou campeão, com Erivelto Nicoladelli em segundo e Berois em terceiro. Já na MX5, os primeiros colocados do pódio foram Claiton Detoni, Ricardo Agut e Ailton Maso.

Na Nacional, Rafael Faria foi o primeiro colocado do pódio, com Tallys Brito em segundo e Charles Baron em terceiro. Na Júnior, Gabriel Andrigo segue nas primeiras posições, conquistando neste final de semana a vitória, tendo Gabriel Mielke em segundo e Matheus Freitas em terceiro. Andrigo é o primeiro colocado geral somando 50 pontos, contra 44 de Mielke e a disputa segue acirrada.


Gabriel Andrigo

 

Nas Intermediárias, Cassio Espindola novamente fez boa prova e foi campeão, seguido de Hugo Philippe e Djohny Aquino, na MX1. Hiago Bon, Thiago Winiarski e Bruno Hodecker, compuseram o quadro de campeões da bateria da MX2. Bon está empatado na classificação com Hodecker, os dois somam 40 pontos cada.

Pela 65cc, Garmichel Giehl, Vitor de Borba e Raul Miranda, fizeram boas provas e levaram os primeiros lugares. Os pequenos Eduardo Mielke, Angelo Gonçalves e Felipe Tasca, faturaram a bateria da 55cc. Giehl por enquanto é campeão geral com 47 pontos, apenas quatro pontos a frente de Rafael Becker.


Garmichel Giehl

 

O resultado completo do Catarinense pode ser acessado aqui. O do Brasileiro, pode ser visto aqui.

A próxima etapa do Catarinense será em São José, nos dias 26 e 27 de maio. Pelo Brasileiro, a terceira etapara será em Fama/Alfena (MG), nos dias 05 e 06 de maio.

 

O Catarinense de Motocross tem o patrocínio de Rinaldi, Geração Motos e Blade Energy Drink. 

Voltar